Educação Infantil

O pilar inicial para o Curso de Educação Infantil pode ser representado pelo verbo cuidar — cuja riqueza de sentidos sintetiza a ação de educar nesses primeiros anos da escolaridade. Cuidar traduz uma concepção amorosa da instância educativa. O amor é a primeira dentre as várias etapas da educação: consiste no primeiro aconchego, privado, da família. Embora em uma dimensão voltada ao coletivo, essa forma de condução deve permanecer na escola, o espaço público que haverá de apresentar o mundo à criança.

O segundo pilar da Educação Infantil está no brincar, no sentido de desfrutar, entreter-se, representar papéis fictícios. Os jogos infantis permitem o prazer de manipular o tempo, imaginar o futuro, desvendar o presente e, especialmente, permitir à criança crescer.

Conhecer, o terceiro de nossos pilares, evoca a sequência gradativa do conhecimento: estar aberto a, perceber, experimentar, relacionar-se, tomar consciência, saber. Abrange inicialmente a experiência da admiração: olhar seguidamente as coisas do mundo como se fosse pela primeira vez, imaginando e apreendendo explicações para a vida, a natureza, o tempo; e culmina com o autoconhecimento, pois conhecer inclui o conhecer-se, distinguir-se; e essa conquista só é possível a partir da percepção e da aceitação do outro.